Inteligência Emocional

Por Andreia Delpra
Caccuri Advisors

Seja inteligente com suas emoções, veja 3 dicas de como praticar a Inteligência Emocional em tempos de isolamento social:

Nomeie suas emoções.
Você se sente confortável em nomear suas emoções e também intensificar cada uma delas?
Muito importante dizer para si mesmo ” Isso me deixa nervoso (a), Estou com raiva, estou triste, estou ansioso (a), me sinto frustrado…”
O que aconteceu para que eu me sentisse assim?
Esse padrão se repete várias vezes? Em quais situações?
Dica 1: Nomeie suas emoções e agradeça, elas são mensagens importantes.

O que são padrões emocionais?
É como se ligássemos o piloto automático e sempre que acontece algo, reagimos com aquele padrão de maneira inconsciente.
Exemplo: Todas as vezes que me apresento em público, me sinto nervoso (a) e então, começo a rir (pode ser um padrão)
Dica 2: Reflita: Quais são os padrões que você gostaria de não repetir?

Responder às emoções ao invés de Reagir
O importante de nomear a emoção e identificar o padrão, é poder escolher reagir ou responder de uma outra forma, no qual você e os outros se sintam melhor.

Dica 3: Tenha empatia consigo mesmo e com os outros e pense nas consequências se você reagir ao invés de escolher uma outra resposta, o que você vai perder ou ganhar com isso?

Essa é uma ótima oportunidade para você refletir sobre seus padrões e recriar novos, pratique inteligência emocional e obtenha maior realização.